Coluna Plural | Fui, como ervas…

Por Adriana Aneli

 


o inconsciente está na mesma posição de alguém que teve uma visão
ou experiência original e quer compartilhá-la”.
Marie Louise Von-Franz

 


Posso dizer dele, que chegou como a fada, atrasada para a festa. Assim como ela, transformou andrajos do meu conhecimento, em paixão pela literatura, irreversível para além de doze badaladas.

Presente do amigo escritor para a adolescente, comecei o tour guiada pela carta que o acompanhava pelo correio. No livro de capa verde, papel tão fino quanto o da carta que o trazia, a Obra Poética de Fernando Pessoa, Volume Único, Cia José Aguillar, 1972. Ao pé da página 362, inaugurava-me Tabacaria.

Ler e reler de um só golpe. Ler de novo e pela vida inteira voltar a um poema, dissecar ritmo e sonoridade. Tentar compreender o insone, o transitório, a metafísica da lucidez absoluta, a sensitiva razão, a porta, o poço, fugir pelas janelas dos fundos, desvestir-se, acenar para o Estêves, o rabo do lagarto, remexidamente, espreitar a morte a pôr umidade nas paredes e cabelos brancos nos homens, a certeza escapando como fumaça de cigarro, a libertação.

Enquanto lia, menina de estanho devorava chocolates sujos… Aprendi sobre a prata e sobre a mansarda, sobre os dominós e as máscaras, sobre o amor, dobrada fria e a possibilidade do soco, a estrada de Sintra, o impossível tão estúpido como o real. Enquanto Álvaro de Campos me seduzia, apurava meus ouvidos para os outros heterônimos que aguardavam, com sábia paciência, a hora exata de mostrar a sua voz.

Em breve aconteceria Alberto Caeiro, minha religião que se nega a si mesma. Vi a lírica escapar da técnica para se tornar grande, com Ricardo Reis. Aprendi a amar símbolos secretos, com Mensagem… Pessoa, ele mesmo.

Um poeta para cada fase da vida… Cada fase da vida revisitada uma, duas, cinquenta vezes… Acordar, em cada leitura da obra, para a mesma vida para que tinha adormecido.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: