Oitavo Capítulo | Agosto

 

Agosto começa com mudanças… há nuvens no céu {promessas de chuva} mas continua quente — embora seja inverno… as temperaturas da pele e da alma sobem, porque estamos na Paulicéia totalmente Desvairada.

A minha São Paulo é insana… enlouquecida e desfila diante de meus olhos como os livros de Mário — com seus versos a regurgitar uma cidade que não atravessa o real: pelo contrário, vai para dentro… trafega nas veias do poeta-homem-de-andrade e desfila ilusões várias aos nossos olhos.

Nem todos sabem apreciar, mas a vida — aproveitando os versos de Cecília — a vida só é possível se reinventada…

E é isso que pretendemos em agosto.
Temos nossas coisas a anunciar… mas, vamos com calma, de maneira diária, para que possamos aproveitar todas as estações da alma, do corpo e, também, do ano…

Que agosto tenha seus sabores e, sobretudo, que você prove cada um deles. 

O convite está feito… nosso banquete será servido no dia 26 de agosto, às 16 horas — falta apenas indicar o ‘scenarium‘… mas você já pode reservar a data!

 


Abraços no Plural
Lunna & Marco

 

 

Anúncios

Um comentário em “Oitavo Capítulo | Agosto

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: