Coletivo |Apresentação…

Por Lunna Guedes…

 


 

Há pouco mais de uma semana, voltei às minhas caminhadas diárias… hábito que havia abandonado desde que o cão nos deixou. Ele era o meu parceiro de calçadas-esquinas-ruas-pracetas… com seus passos lentos e constantes pausas: em postes, árvores e portões. Era um curioso nato, que gostava imenso de se aventurar em certos cenários… e eu me deixava conduzir por seu faro aguçado. Nunca estava errado em suas escolhas. Eu era um barco, e ele a bússola a apontar para essa espécie de Norte.

Continue lendo “Coletivo |Apresentação…”

Lunna Guedes

Autora de “Reticências
Lua de Papel”  e “Septum


é escritora nas horas impares, editora nas horas pares. Artesã de livros e degustadora de cafés. é sagitariana desde o nascimento. Colecionadora de silêncios e abismos.  não gosta de fazer compras. detesta dias de sol e ama dias de chuva. não aprecia o verão tropical e ama o outono em qualquer lugar.

Escreve desde que aprendeu a lidar com as letras… por sentir prazer em afrontar o futuro… a direção na qual a pena avança quando deita palavras no papel. Sorri, consciente de que é no pretérito de sua existência… onde mata sua sede.

Editorial | O Mercado editorial não pensa leitores, pensa prateleiras cheias…

Por Lunna Guedes


 

Em conversa agitada na tarde de hoje — com uma pessoa que aparenta ter raízes bem fincadas no tal capitalismo, em que o principal objetivo é o capital —, argumentei, sem sucesso algum, sobre minhas estratégias para o meu projeto de vida, denominado “Scenarium”… nome este que tem o seu propósito: ser diferente… nesse cenário cada vez mais orientado por quantidade…

Não é novidade alguma que há cada vez mais pessoas interessadas em publicar livros. Nem mesmo há editoras suficientes para tantas publicações. Mas, inventa-se uma aqui e outra ali… pronto: satisfeitos? Não…

Continue lendo “Editorial | O Mercado editorial não pensa leitores, pensa prateleiras cheias…”

Editorial | Livro Artesanal

Por Lunna Guedes

 


 

Escolhi o modelo artesanal quando pensei em publicar um livro… por achar charmoso, elegante, mas principalmente por me permitir ousar, sem precisar ficar presa ao modelo tradicional-convencional.

Sempre fui apaixonada pelo universo underground… no tempo do colégio me divertia forjando zines, inventando revistas alternativas… vivia em constante fuga do universo comum-igual… onde o livro é um mero objeto para prateleiras, produzido para agradar o mercado e não o leitor, que se acostumou a comprar os famosos e enlatados best-sellers.

 

Continue lendo “Editorial | Livro Artesanal”

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑