Aden Leonardo

Autora de ‘dentro de um bukowski’ 
e  ‘diário das coisas que não aconteceram’


Pessoa engolidora de choros, por isso sofre de derrames por extensos quase todas as noites. Os assuntos que ela escreve referem-se ao enorme mundo à volta de seu umbigo. Adora escrever e fazer andanças, sobe morros e picos. Suspeita que a felicidade é algo tão difícil de alcançar que deve estar no mais alto ponto do Himalaia. Por isso escala em MG e RJ, vai que existem felicidadezinhas nas montanhas menores? Não suspeita que é escritora, é uma atrevida mesmo.

Adriana Aneli

Autora dos livros amor expresso
e a construção da primavera


…nascida e vivida em São Paulo desde 1976. Aos 13 anos acreditou que a literatura era mesmo um bom negócio: depois de lançar livros, fazer recitais (vestida de mamãe Noel em cima de um caminhão) e ganhar um programa de rádio para chamar de seu, achou que estava errada e foi fazer Direito. Após sua metamorfose de décadas, redescobre a Tempestade Urbana e com Boca a Penas está de volta ao Scenarium. Fui!

Anselmo Vasconcellos

Autor do livro “MIA”


Aprendi a ser engenho de mim mesmo. Crio labirintos com o corpo, com a intuição,com a racionalidade e assim me transporto para outros, provoco, compartilho invenções, perdido dentro dele. Quem me acolhe ou me nega de alguma forma é a saída.

Caetano Lagrasta

Autor do livro “abecedário


 

CAETANO LAGRASTA NETO de italianos, paulistano do Brás; ocupa a Cadeira Graciliano Ramos – Acadêmico da Faculdade de Direito da USP; Menção Honrosa do Prêmio Governador do Estado, 1967, com o livro de contos Abecedário (Ed. Scenarium, em 2016).

Corroteirista, ator e autor de comentário musical, em longas e curtas metragens; fotógrafo; O Fazedor, 2001; Livro de Horas, 2004 e Ópera Bufa, 2007, poemas, em edição do autor; 1968 e outras estórias, Le Calmon em 2013, contos.

Arriscou-se, sempre, a ideias jurídicas, também sobre a Família (a dele e a dos outros).

Durante estes anos, atendeu telefone.

Chris Herrmann

Autora do livro “gota a gota


Nascida no Rio de Janeiro às nove horas da noite de uma sexta-feira sob o signo de câncer, Chris Herrmann cresceu numa família numerosa. Quando aprendeu a escrever, antes mesmo de ir para a escola, desenhou suas primeiras palavras nas paredes de casa, para desespero de seus pais. No Brasil, estudou Letras, Música e trabalhou como secretária. Após mudanças de planos e águas foi recomeçar do outro lado do oceano. Na Alemanha, constituiu família, trabalhou como tradutora, webdesigner e fez a pós-graduação ‘Musikgeragogik’. Trabalha atualmente como musicoterapeuta. Porém, o amor pela literatura sempre foi seu porto seguro, como podem testemunhar seus livros de poesia “Voos de Borboleta”, “Na Rota do Hai y Kai”, “Gota a Gota” e diversas publicações e antologias das quais participou, editou e organizou. É uma das autoras da Revista Plural e edita em parceria com Adriana Aneli o blog ‘Boca a Penas’. Os ventos a levaram para outros mares, mas a metamorfose do voo a penas não calou o grito do céu da boca… apenas o provocou.

Emerson Braga

Autor do livro ““amores, desafetos
e outros despautérios acerca de Eros


…nasceu em 12 de agosto de 1976, é brasileiro e natural de Fortaleza, no estado do Ceará. Nos primeiros anos de sua vida, teve problemas de aprendizado. Não conseguia ler ou escrever coisa alguma, o que se tornou motivo de muita infelicidade. Empenhou-se tanto na conquista de sua alfabetização que a palavra acabou por ganhar importante significação em sua vida. Adquirido o conhecimento, ainda aos sete anos de idade, escreveu seu primeiro conto: A Praia Ruim.

Cursou Letras na UECE (Universidade Estadual do Ceará) e hoje trabalha no Sindicato dos Corretores de Seguros no Estado do Ceará, SINCOR/CE. Tem vários trabalhos literários publicados, inclusive sua primeira antologia de contos. Também é colunista das revistas PLURAL e SAMIZDAT.

Lunna Guedes

Autora de “Reticências
Lua de Papel”  e “Septum


é escritora nas horas impares, editora nas horas pares. Artesã de livros e degustadora de cafés. é sagitariana desde o nascimento. Colecionadora de silêncios e abismos.  não gosta de fazer compras. detesta dias de sol e ama dias de chuva. não aprecia o verão tropical e ama o outono em qualquer lugar.

Escreve desde que aprendeu a lidar com as letras… por sentir prazer em afrontar o futuro… a direção na qual a pena avança quando deita palavras no papel. Sorri, consciente de que é no pretérito de sua existência… onde mata sua sede.

Marcelo Moro

Autor do livro ‘teatro das ousadias
e ‘alamedas das Sombras


 

Virginiano místico, nascido sobre terras tecelãs.
Regido sob os véus de Ártemis e suas danças insones desde menino.

Cerziu suas histórias a passos soltos: Ora aqui…ora em Istambul, anéis de Saturno ou nos olhos fumegantes das costureirinhas e de suas entranhas nostálgicas.

Filosofa sua acidez cotidiana em torno de cafés ou doses etílicas, sob a regência dos burburinhos locais. Com uma peculiaridade característica — musicaliza as curvas poéticas de suas musas como um domador de versos. Ah! E como são inspiradores seus golfos insensatos! Sobre esse ir e vir, inúmeras vidas, a linha subentendida entre: O ser…o querer e o fato.

Por Maria Florêncio

 

Mariana Gouveia

Autora do livro “o lado de dentro” (2015)
e “cadeados abertos” (2016)


Adoradora de lua – é de lua – vive em todas as fases no equilíbrio entre o sonho e a realidade. Entre o que inventa e o que ditam para ela fazer. Tem nas costas a metamorfose das borboletas, os desafios dos bichos e de noite se fantasia de escrever. Pinta o dia com esperança e brada a liberdade que conquistou as duras penas.

Tem os pés no chão – literalmente – e as mãos a voar. Devia ter tido asa, já que vive a fantasia dos voos. Cria listas mas nunca cumpre elas. Quebradora de regras desafia a arte de viver. Autora de O Lado de Dentro e Cadeados Abertos – Diário das Quatro Estações ambos pela Scenarium Plural Editora. Escreve suas loucuras e devaneios no blog O Outro Lado.

Roseli Pedroso

Autora do livrorecortes (de vida)”
e “receituário de uma vida crônica”


Surgi nesse mundo em plena noite de São João com a curiosidade nata de quem veio a esse mundo para tudo registrar. Sigo a risca esse lema e através de meus escritos, desenho minha história e invento muitas vidas. Acho que gosto de ser Deus!

Tatiana Kielberman

Autora do livro “detalhes intimistas”


Ando pelos dias e noites afora em busca daquela que sou… Já percorri diversos lugares, sempre na tentativa de me trazer para casa, procurando um canto íntimo que me faça sentir plenamente confortável na pele que habito…

Escrever é meu segundo lar — o abraço vindo de quem amo é, sem dúvida, o primeiro! Gosto de estar em boa companhia, mas prezo o silêncio como lar de oração diária…

Tenho um diploma de psicóloga guardado na gaveta, que talvez tenha me preparado um pouco para encarar os bastidores desta tal de realidade… No mais, nunca deixei o universo das letras de lado e, por isso mesmo, acho que todos os meus trabalhos têm — necessariamente — algo a ver com ‘palavras’…

Obdulio Nunes Ortega

Autor do livro “REALidade”


O Obdulio nasceu a fórceps no começo de outubro de 1961, no centro de São Paulo. Ainda criança, começou a se mover para a Periferia, primeiro à Leste, depois ao Norte. Desde cedo, quis ser escritor.

Renasceu aos 17 anos, vegetariano e a crer. Aos 27, renasceu casado e pai. Escolheu trabalhar como peão e dono de seu próprio negócio. Budista, demorou a lucrar. Franciscano, aceitou com resignação ganhar o pão com o suor de seu rosto.

O escritor adormeceu e, sem ter como se expressar, aquele Obdulio morreu no final de outubro de 2007, diabético, por excesso de amargor. O atual renasceu a carregar a memória do antigo homem que escrevia, a enxergar o mundo com novos olhos… ainda que a herdar a miopia do outro. E chega até este quadrante a sentir redivivo… a cometer os erros dos novos, a renovar os seus ímpetos, a amar como um adolescente, a ser escritor, como sempre quis.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑