Nem sempre a lápis | Caetano Lagrasta

Dois poemas de Caetano Lagrasta

Continue lendo “Nem sempre a lápis | Caetano Lagrasta”

Anúncios

09 – Nem sempre a lápis |Sylvia Plath

Três poemas de Sylvia Plath

…era capaz de escrever com lucidez inigualável sobre seu universo íntimo e não fazia esforço para disfarçá-lo. Apesar do brilhantismo, apresentava tendências depressiva. Havia tentado o suicídio outras duas vezes antes da fatalidade em 1963.

Começou a escrever os Diários ainda em criança, chamava-lhes o seu “Mar de Sargasso”. Foi um talento precoce: aos oitos anos uma poesia sua já era publicada em um jornal de Boston, no entanto, a maior parte de sua obra é póstuma

 

Continue lendo “09 – Nem sempre a lápis |Sylvia Plath”

Blog no WordPress.com.

Acima ↑