Aden Leonardo

Autora de ‘dentro de um bukowski’ 
e  ‘diário das coisas que não aconteceram’


Pessoa engolidora de choros, por isso sofre de derrames por extensos quase todas as noites. Os assuntos que ela escreve referem-se ao enorme mundo à volta de seu umbigo. Adora escrever e fazer andanças, sobe morros e picos. Suspeita que a felicidade é algo tão difícil de alcançar que deve estar no mais alto ponto do Himalaia. Por isso escala em MG e RJ, vai que existem felicidadezinhas nas montanhas menores? Não suspeita que é escritora, é uma atrevida mesmo.

Anúncios

Chris Herrmann

Autora do livro “gota a gota


Nascida no Rio de Janeiro às nove horas da noite de uma sexta-feira sob o signo de câncer, Chris Herrmann cresceu numa família numerosa. Quando aprendeu a escrever, antes mesmo de ir para a escola, desenhou suas primeiras palavras nas paredes de casa, para desespero de seus pais.

Continue lendo “Chris Herrmann”

Lunna Guedes

Autora de “Reticências
Lua de Papel”  e “Septum


é escritora nas horas impares, editora nas horas pares. Artesã de livros e degustadora de cafés. é sagitariana desde o nascimento. Colecionadora de silêncios e abismos.  não gosta de fazer compras. detesta dias de sol e ama dias de chuva. não aprecia o verão tropical e ama o outono em qualquer lugar.

Escreve desde que aprendeu a lidar com as letras… por sentir prazer em afrontar o futuro… a direção na qual a pena avança quando deita palavras no papel. Sorri, consciente de que é no pretérito de sua existência… onde mata sua sede.

Roseli Pedroso

Autora do livrorecortes (de vida)”
e “receituário de uma vida crônica”


Surgi nesse mundo em plena noite de São João com a curiosidade nata de quem veio a esse mundo para tudo registrar. Sigo a risca esse lema e através de meus escritos, desenho minha história e invento muitas vidas. Acho que gosto de ser Deus!

Virginia Finzetto


Autora do livro “vi e/ou vi”

 


 

Escolhida entre as múltiplas que lhe habitam, atrás de seu par de olhos escuros, surge a humorista de ocasião nas redes sociais. Essa promete às demais um rodízio, até que todas as outras possam também representar o seu núcleo de incertezas. Hoje, desconfiada que as palavras não pertençam a nenhuma delas, ela se acha apenas uma garota de vários recados. Dos papeis que já representou, sendo o de jornalista o mais frequente, assina todos eles com seu nome próprio sem arrependimentos.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑