Cadeados abertos

Com Cadeados Abertos pretendo romper o lacre dos cadeados e ir além da liberdade concedida. Quebrar as correntes que nos prendem quando entre segredos de linhas desenhamos o real. Pretendo mostrar que o possível é apenas um vão entre o que me dizem: não pode!

Enfim, que o voo seja voo e a vontade respeitada…

Mariana Gouveia

Anúncios

Adriana Aneli

Autora dos livros amor expresso
e a construção da primavera


…nascida e vivida em São Paulo desde 1976. Aos 13 anos acreditou que a literatura era mesmo um bom negócio: depois de lançar livros, fazer recitais (vestida de mamãe Noel em cima de um caminhão) e ganhar um programa de rádio para chamar de seu, achou que estava errada e foi fazer Direito. Após sua metamorfose de décadas, redescobre a Tempestade Urbana e com Boca a Penas está de volta ao Scenarium. Fui!

Lunna Guedes

Autora de “Reticências” – “Lua de Papel
Septum” e “Vermelho por dentro


…sagitariana. degustadora de cafés. uma flecha em voo rasante. colecionadora de silêncios. não gosta de fazer compras. detesta dias de sol. ama dias de chuva. não aprecia o verão tropical. ama o outono em qualquer lugar. escreve por escrever somente. seu único compromisso é com seus abismos, onde salta para sentir a sensação de queda, sem pouso. adestradora de pretéritos e desafiadora de futuros… a direção na qual a ponta do grafite avança. sabe que seus escritos são obras inacabados… nunca prontos. ponto final é uma coisa incompreensível. gosta de vírgulas e exclamações.

A Construção da Primavera

A construção da primavera é um resgate da lírica helenística — a poesia de Safo e as canções de Bilitis — em que os elementos da natureza, do clima e da passagem do tempo marcam a psiquê da personagem. Alegria, melancolia, exaltação, recolhimento são as quatro estações e seu recomeço.

Adriana Aneli

Blog no WordPress.com.

Acima ↑