Editorial | Livro Artesanal

Por Lunna Guedes

 

 

Escolhi o modelo artesanal quando pensei em publicar um livro escrito por mim… por achar charmoso, elegante, mas principalmente por me permitir ousar, sem precisar ficar presa ao modelo tradicional-convencional. Nunca fui fã de prateleiras, sempre gostei do livro em mãos… toque-tato-virar-de-folhas.

E sempre fui apaixonada pelo universo underground… no tempo do colégio me divertia forjando zines, inventando revistas alternativas. O prazer de criar-transformar-reinventar sempre me fez pulsar-agir…

Eu vivia-vivo em constante fuga do universo comum-igual… onde o livro é um mero objeto para prateleiras, produzido para agradar o mercado e não o Leitor, que se acostumou a comprar os famosos e enlatados best-sellers — tampouco o autor, que sempre se rende ao cenário por ter um sonho de ver seu livro em vitrines, como se fosse uma mera peça de roupa.

revista-plural

Continuar lendo “Editorial | Livro Artesanal”

Anúncios